Uma mulher pode dizer qualquer coisa com voz sexy – ‘Você tem câncer!’ – Verdade? Me parece muito bom!

Não me lembro de nenhum outro episódio de Seinfeld em que Elaine fosse assediada sexualmente por Jerry, George e Kramer ao mesmo tempo, como acontece em The tape. Jerry não olha com tanto desejo para Elaine nem mesmo no episódio em que os dois personagens resolvem que podem ser “amigos com benefícios”, ou seja, sexo e amizade. A única coisa que falta acontecer em The tape é os rapazes babarem em cima de Elaine (e eles chegam muito perto disso). E tudo por causa de um trote que Elaine passa em Seinfeld.

O episódio começa com Jerry ouvindo uma fita cassete que havia gravado em seu stand-up. O objetivo era avaliar quais piadas estavam realmente funcionando. Só que em vez da própria voz com as risadas do público, Seinfeld ouve mensagens eróticas deixadas por uma fã com voz sexy (frases de gosto duvidoso como “Oh, Jerry, eu quero deslizar a minha língua em volta de você como se fosse uma cobra”). A tal fã assanhadinha não se identifica em nenhum momento. Só se sabe que ela devia estar sentada perto do gravador.

A história paralela é com George. Ele usa o telefone de Jerry para tentar encomendar um suposto creme milagroso contra a calvície que vira em uma reportagem da CNN. O problema é que o tal remédio é chinês, ou seja, os telefonemas vão pesar no bolso. Esta, no entanto, é uma história real: nos extras do DVD é revelado que Larry David realmente encomendou cremes chineses para tentar acabar com a calvície. E, mais engraçado ainda, também teve sua careca filmada por Kenny Kramer (o homem em que Cosmo foi inspirado). As imagens que vemos da filmagem de Cosmo da cabeça de Constanza tentam ser semelhantes às imagens que Kenny filmou da cabeça de David.

Mas voltando à fita (que dá nome ao episódio): Elaine confidencia a George na mesa do Monk’s que a voz na fita de Jerry é dela. Tal confissão deixa George transtornado. A partir daí, ele fica completamente atraído por ela, dando total bandeira. Uma das cenas mais engraçadas é quando todos estão reunidos no apartamento de Jerry. Kramer começa uma brincadeira, fingindo que está entrevistando uma atriz pornô enquanto filma Elaine (que está de roupão porque acabou de sair do banho). Jerry participa, fingindo ser o empresário/diretor dela. Todos estão rindo, mas George – que é o único a saber da verdade – está tão afetado que não consegue dizer absolutamente nada.

No fim do episódio, quando Seinfeld e Kramer finalmente descobrem a verdade, também se sentem atraídos por Elaine e não fazem nenhuma questão de esconder. Este episódio fez grande sucesso nos EUA – cerca de 15 milhões de americanos assistiram na noite de 13 denovembro de 1991. O diretor, David Steinberg, se despedia da série com ele e mais tarde assumiria vários episódio de Mad About You – curiosamente, Mad About You é a série com Helen Hunt que é sacaneada por Seinfeld na época em que George fica noivo de Susan, já na sexta temporada. Para quem não lembra, em um dos episódios da sexta temporada George mostra-se contrariado ao perceber que uma das coisas da vida de casado/noivo é ver seriados mais água-com-açúcar.

No fim, já no stand-up, Seinfeld diz que qualquer coisa dita com voz sexy parece agradável, até mesmo “você tem câncer” ou “o avião vai explodir na montanha”. Como sempre, Seinfeld obtém o riso com o exagero. E, claro: funciona.