Você não toca o nariz. Você não aspira alcançar o nariz. Você não arranca nada para chegar ao nariz, e homem nenhum jamais tentou olhar pela narina de uma mulher!

The Implant é mais um dos clássicos episódios de Seinfeld. Boas tramas para os quatro personagens principais – mesmo que as tramas de Jerry e Elaine sejam a mesma – e passagens muito engraçadas, prova de que sem dúvida alguma esse era o melhor momento da série.

Jerry está saindo com Sidra, vivida por Teri Hatcher (aliás, convocando a ala masculina do Movimento, que mulher!) e está bastante animado com a relação. Elaine, numa típica atitude feminina e que certamente todos aqui já presenciaram em alguma mulher, diz a Jerry que os seios de Sidra são falsos, ou seja, implantados. Jerry, aquele que todos sabemos, termina seus relacionamentos pelos motivos mais fúteis, não acredita no testemunho de Elaine, já que ela disse nunca ter visto Sidra nua. Ótima cena com Jerry e Elaine, terminando com a mania de George se sentar sempre à direita das mulheres, enquanto Jerry senta-se sempre à direita e Elaine dizendo que as mulheres não tem “lado”, apenas jogam na defensiva.

A trama de George começa com uma cena no sofá de sua nova namorada, Betsy. George não pode sentar à esquerda de uma mulher no sofá, mas para seu azar Betsy não ouve bem com o ouvido direito. Estaríamos diante de um grande impasse, mas um telefonema põe fim ao caso, pois Betsy descobre que sua tia morreu. Alguém no movimento tem problemas quanto ao lado do sofá em que está sentado?! Particularmente, eu me dou bem indo para ambos os lados! Adoro esta cena, principalmente quando Betsy está ao telefone recebendo a notícia sobre sua tia e George fazendo mímica, com cara de pouco interessado, mas fazendo cara de lamento quando Betsy olha pra ele. Dá-lhe Jason Alexander!

Kramer passa todo o episódio tentando saber se um aluno da academia é o escritor Salman Rushdie. Como o Movimento também é cultura, este escritor, de origem indiana, é o autor de Versos Satânicos (1989), um romance considerado ofensivo pelo Islamismo, e que fez com que o Aiatolá Khomeini condenasse Rushdie à morte.

Após Elaine ver Sidra nua na sauna e então garantir que os seios dela realmente são falsos, Jerry termina tudo com Sidra. Cá pra nós, faz tanta diferença assim seios falsos ou verdadeiros?! Pra mim, desde que sejam bonitos…

George decide ir ao funeral da tia de Betsy, vendo isso como uma chance de “avançar” no namoro. Como para George nada pode ser feito de graça, sempre buscando vantagem em tudo, ele decide viajar pedindo um desconto na tarifa, alegando morte na família. Evidentemente ele se dá mal, como sempre, e isso torna tudo ainda mais engraçado. Durante o velório, que nos Estados Unidos mais parece uma festa de família, George acaba se atracando com o irmão de Betsy, que foi tirar satisfações após vê-lo mergulhar um snack no molho, morder, e mergulhar outra vez. Muitos podem achar isto nojento, mas os Caçadores de Mitos descobriram que o double dipping não é o mesmo que “levar sua boca inteira para o molho”. Aliás, segundo o mesmo programa, a quantidade de micróbios contidos no molho não aumenta significativamente após o double dipping.

Jerry reata com Sidra após Elaine tocar em seus seios e descobrir que eles são verdadeiros. Sidra acaba por descobrir que Jerry e Elaine se conhecem e que Elaine estava investigando a procedência de seus seios e então termina com Jerry. Coube à própria Sidra esclarecer a dúvida de todo o público, dizendo a Jerry que seus seios eram reais e espetaculares! Eu concordo!