Ele não sabe diferenciar uma maçã de uma cebola e ele é sua testemunha ocular?

O The glasses é um daqueles episódios que passam por medíocres se não forem assistidos com um certo cuidado. E o tal cuidado ao assistir Seinfeld é um só: identificar, na banalidade do teu dia-a-dia (hífen?) e na tua personalidade, aqueles traços que ganham um certo matiz humorístico se vistos com estas cores.

(Tu me perguntas: mas tá, não é isso que os comediantes stand up fazem hoje em dia? E por que tu os acha ridículos? Bem, amigos, respondo: eles estão 20 anos atrasados)

Na cena inicial do The glasses, Elaine questiona Jerry se já cuspiu em alguém (não) e se ele já pensou em cuspir em alguém (sim). Eu mesmo já cuspi várias vezes nas pessoas lá em baixo. Hoje em dia menos. E não acreditaria se você me dissesse que nunca o fez.

Kramer faz a sua 145ª entrada no apartamento do Seinfeld com a notícia dos 30% de desconto que ele conseguiu em um ar-condicionado para o Jerry. Costanza entra logo em seguida, vestindo sensacionais óculos (de grau) de natação. Ranzinza, como sempre, George afirma que precisa sair daquela cidade, já que lhe roubaram os óculos na academia. Jerry questiona, com a sutileza que lhe é peculiar, se o amigo procederá a uma viagem ao centro da Terra. Sacam a referência entre os ridículos óculos de natação à la steampunk e a obra de Julio Verne? Então.

O roteiro escrito por Tom Gammil e Max Pross (o primeiro deles, diga-se), tem como eixo a caçada de Costanza por novos óculos e principalmente as inseguranças que o envolvem e envolvem Jerry. A visita de Costanza à Ótica recomendada por Kramer  – que, claro, disse que bastava mencionar seu nome para conseguir um desconto – tem como resultado o seu suposto testemunho da traição de Amy (que estava saindo com Jerry) com o seu primo Jeffrey (filho do Uncle Leo e rival subentendido de Seinfeld).

Costanza, de tanta indecisão, compra uma armação feminina. Jerry, inseguro no seu relacionamento, compra um ar-condicionado para agradar a namorada ao mesmo tempo em que tenta induzi-la a confessar uma traição testemunhada pelo cego Georgie Boy. Elaine, mordida por um cachorro e amedrontada pelo caso de Bob Sacamano, começa a apresentar sintomas de raiva.

Ao fim e ao cabo, Jerry leva Amy na casa do primo Jeffrey e confronta a namorada que nunca havia o traído. Costanza engana um cego e troca suas armações femininas com ele. Elaine cria um trauma com cachorros e é vacinada. Bottom line is: nunca confie em quem usa óculos. Nem em ex-gordos. Mas isso eu explico em outro episódio.